Pastores holandeses Radú e Zoe vão reforçar o policiamento nas ruas de Piracicaba

Os treinamentos dos cães são realizados em espaço localizado na sede da EMpresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional- Emdhap

Radú, macho, 4 meses, 15 kg, e Zoe, fêmea, também de 4 meses, 12,5 kg, ambos pastores holandeses, são os novos cães em treinamento para compor o Grupamento do Canil da Guarda Civil de Piracicaba. De raça extremamente inteligente, que vive, em média, entre 12 e 15 anos, Radú e Zoe devem estar aptos a atuar no auxílio ao patrulhamento nas ruas do município em 15 meses.

Em suas atividades, os cães, filhotes da fêmea Maxila, de 7 anos, integrante do Canil, demonstram muita energia e cumplicidade à ordens dadas pela equipe de quatro adestradores/condutores, formada pelos guardas-civis Geison, Leandro, Heredia e Bombo. Os GCs atuam nessa função desde 2015 e, além de treinar os animais, também dão carinho e atenção, tendo-os como parceiros no dia a dia de trabalho.

Correr por circuitos são uma das etapas de treinamento dos cães

O dia começa bem cedo para Radú e Zoe. Às 6h eles já estão a postos para a rotina diária, cumprindo uma jornada de duas horas de treinamentos em espaço junto à Emdhap (Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional de Piracicaba), no Algodoal. Entre os comandos básicos estão abaixar e deitar e correr em circuitos com obstáculos, sempre de forma lúdica, como se fosse uma brincadeira, em um total de 15 meses de muito trabalho antes de ganhar as ruas. A aposentaria chega, geralmente, após sete anos, dependendo das condições físicas.

Os cães são treinados para imobilização da vítima

O trabalho do Grupamento do Canil é voltado para ocorrências de maior gravidade, quando existe envolvimento de entorpecentes e armas de fogo, além do patrulhamento preventivo diário realizado pela equipe. Dessa forma, são exigidas habilidades como faro para entorpecentes e proteção de seu treinador, dada a voz de comando. O coordenador do Canil, Geison Antonio Pires de Oliveira, explica que os animais só atacam quando recebem voz de comando. “São dóceis e apenas atacam em situações adversas para imobilizar algum meliante. São treinados para morder somente o braço e a perna, para mobilização da vítima”, explicou. Para treinar esses comandos e se protegerem, os adestradores/condutores utilizam equipamentos, como jaqueta e calça, que chegam a pesar 13 quilos cada peça.

O descanso faz parte dos treinamentos dos cães

Segundo Oliveira, adestrar cães não é um trabalho fácil, mas é uma tarefa prazerosa e feita com amor e empenho, que inclui o cuidado e a amizade com os animais. “Somos adestradores desde 2015. Pelo amor aos cães, ficamos felizes em proporcionar bem-estar a eles e tê-los como parceiros no dia a dia de trabalho. Nos sentimos felizes e gratificados por essa missão”, observou.

Geison Antonio Pires de Oliveira- coordenador Canil da GCM

CANIL – O Grupamento do Canil da Guarda Municipal de Piracicaba está instalado atualmente em espaço junto à Emdhap, numa área de aproximadamente 300 metros quadrados. Iniciou suas atividades em 2005 e mantém uma equipe formada por quatro integrantes, divididos em duas equipes, que cuidam e preparam diariamente os cinco cães adestrados para o trabalho de apoio diário a patrulhamentos e ocorrências.

É constituído por cinco cães, sendo três adultos e dois filhotes: os adultos são Maxila, fêmea 7 anos (pastor holandês); Maya, fêmea de 3 anos (pastor belga); Iron, macho de 3 anos (pastor belga), e os filhotes personagens desta reportagem, Radú e Zoe.

Os cães obedecem aos comandos dos adestradores

‹ voltar
ESTATÍSTICAS GCM

Acompanhe todas as ocorrências registradas pela Guarda Civil de Piracicaba

ACESSAR