Oficina Operação Estiagem aborda o combate à queimadas

A Coordenadoria de Defesa Civil do Estado de São Paulo, em parceria com a Defesa Civil de Piracicaba e representantes de 36 municípios da região, promoveu hoje, (19), em evento organizado no Engenho Central, Armazém 14, a 7ª Oficina Preparatória para Operação Estiagem.

A abertura contou com a presença do prefeito Barjas Negri, do diretor da Divisão de Convênios da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, major da Polícia Militar Fauzi Salim Katibe, da comandante da Guarda Civil de Piracicaba, Lucineide Maciel, e demais autoridades.

O prefeito Barjas Negri falou sobre a importância das atividades para conservação da fauna e da flora do município. “Nossas equipes estarão preparadas após conhecer as técnicas utilizadas no combate a tipos específicos de incêndio e também a equipamentos ideais para esse combate”.

De acordo com o major Katibe, que é diretor da Divisão de Convênios da Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, este trabalho tem como objetivo capacitar os municípios para atuarem preventivamente frente aos problemas de estiagem e formar brigadas municipais para combate a incêndios em cobertura vegetal. “Percorremos as regiões e oferecemos as oficinas com objetivo de reduzir os índices, como já houve em relação ao ano passado e conseguimos reduzir em mais de 40% o número de acidentes e mortes”.

Katibe explicou que temas relacionados a pequenos incêndios florestais são difundidos nas oficinas. “O foco é orientar os agentes que atuarão durante o incêndio. Se ele estiver preparado, a garantia de sucesso é maior”.

Apesar do ano de 2018 estar no início, dados relacionados a focos de incêndio em Piracicaba já são preocupantes. De acordo com o programa Queimadas, do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), de 1º de janeiro a 18 de abril de 2017 foram detectados 40 focos, enquanto que no mesmo período de 2018 esse número já chega a 75, quase o dobro. As campanhas de conscientização existem, mas há quem insista nessa prática danosa ao meio ambiente e à saúde.

TREINAMENTO – Representantes das Defesas Civis de 36 cidades participaram no período da manhã de atividades teóricas e de palestras. À tarde, houve treinamento prático de combate a incêndio que simulou fogo em mata. Instruídos por oficiais do Corpo de Bombeiros, os participantes da aula aprenderam a manusear equipamentos como abafadores e bomba costal – reservatórios de água de até 20 litros que vão acoplados às costas do combatente.

Em uma área descampada, anexa ao Parque do Engenho Central, os Bombeiros atearam fogo em mato seco para simulação do incêndio controlado. Na ocasião, os agentes da Defesa Civil executaram as técnicas transmitidas pelos Bombeiros. No local, também foram expostos equipamentos de proteção pessoal e ferramentas utilizadas no combate a incêndios, bem como puderam conhecer o funcionamento de um veículo dos Bombeiros equipado com motobomba.

‹ voltar
ESTATÍSTICAS GCM

Acompanhe todas as ocorrências registradas pela Guarda Civil de Piracicaba

ACESSAR