9 erros de privacidade na internet que você não pode cometer e como evitá-los

Não cometa erros que podem te deixar exposto na internet. Veja os 9 principais erros de privacidade e as dicas que podem te ajudar a proteger as suas contas

A Internet é um lugar repleto de minas terrestres de privacidade prontas para serem pisadas. Mas se você prestar atenção e seguir as dicas a seguir, talvez nunca precise lidar com Direct Messages que não foram entregues ou anúncios preocupados demais até demais no que você está interessado.

Veja a seguir os principais erros de privacidade que você pode cometer:

“Responder a todos” acidentalmente pode acabar com a sua carreira

Se clicar por engano em “Responder a todos” e envia um e-mail confidencial para toda a sua lista, você pode arruinar a sua vida. Você obviamente tem consciência deste erro, mas já deve tê-lo cometido uma ou duas vezes. Por isso, antes de enviar qualquer e-mail resposta verifique se você está enviando apenas para o contato com quem deseja falar ou para toda a sua lista. Dica: Habilitar a ferramenta “Undo Send” no Gmail, em Recursos Labs nas configurações de e-mail.

Enviar uma “Direct Message” publicamente no Twitter pode acabar com sua imagem

Quando você envia uma DM no Twitter, apenas uma pessoa deve ser capaz de vê-la. Mas frequentemente as pessoas fazem confusão e acabam twittando as suas DMs para a sua lista de followers inteira. Dica: Confira duas vezes sempre que você for enviar uma Direct Message, e tenha certeza que você está mandando para a pessoa certa.

Não deixe que bisbilhoteiros tirem o melhor do seu wi-fi

Se você está em um lugar com conexão wi-fi liberada, como em bibliotecas ou cafés, está sujeito a ter suas senhas roubadas quando as coloca na rede. A maioria dos sites de bancos já usa a criptografia HTTPS, uma maneira mais segura de transmitir informações online. Mas alguns sites, como o Gmail e o Facebook, permitam que o HTTPS seja feito manualmente. Você pode saber qual sistema o site está usando com base no que vem antes do “www” (HTTP ou HTTPS). Dica: No Facebook, vá em “Configurações de conta” e depois na guia “Segurança para habilitar HTTPS”. O Twitter também permite que você opte por esse sistema.

Coloque senhas de acesso no seu notebook e celular

Seu computador e seu smartphone são preenchidos com as suas informações mais privadas, como senhas de banco e contas de e-mail. Se você perde seu telefone, a limpeza remota pode ser fácil, mas não se quem achou decide transformar o seu telefone. Como dizem: é melhor prevenir que remediar. Então, não custa ter uma senha. Dica: Use aplicativos como o 1Password para armazenar as suas senhas. Há até um aplicativo para iPhone!

Todas as imagens que você postar no Twitter podem ser rastreadas até o utilizador

Mesmo que você delete um tweet que contenha um link para uma imagem que você postou no Twitpic, Yfrog, etc, o quadro ainda existe no site de hospedagem de imagens. Dica: Se você postar uma imagem e se arrepender, vá até o site de hospedagem e apague-a lá imediatamente.

Certifique-se de que apenas as pessoas que você deseja podem ver suas fotos no Facebook

É muito fácil compartilhar suas fotos no Facebook com certas pessoas. É claro que há a opção Público/Privado em qualquer álbum, mas você também tem a opção de manter as suas fotos apenas para algumas pessoas. Dica: Crie grupos que não podem ver as fotos nas quais você foi marcado.

Mantenha seu status no Facebook para si mesmo

O Facebook é um lugar cheio de buracos por onde as informações podem vazar. Procure cobrir todos os buracos com as opções e configurações de segurança do seu perfil. Dica: Ative as configurações de segurança do Facebook e deixe apenas as pessoas que você quer ver suas atualizações

Não deixe rastros quando estiver navegando na internet

Empresas de publicidade têm muitas maneiras duvidosas de coletar dados sobre você enquanto você navega. Você deve limpar os cookies do seu navegador (nas configurações e tela de Preferências) quantas vezes forem conveniente para você. Essas são as maneiras mais frequentes que as empresas de pequenos trackers usam para monitorar sua navegação. Dica: Exclua cookies e histórico de navegação para se proteger de companhias.

Não se esqueça de fazer log-off em computadores públicos

É uma dica obvia, mas nunca se esqueça de fazer log-off de computadores que mais pessoas usam. Caso você não faça isso, você pode ter uma surpresa quando chegar em casa. Mesmo que você feche uma página da web, muitas vezes continua logado. Dica: Certifique-se sempre de que você se desligou dos sites em que esteve e de que seu e-mail ou senha não ficaram salvos. Limpe o histórico de navegação.

Fonte: Universia Brasil

‹ voltar
ESTATÍSTICAS GCM

Acompanhe todas as ocorrências registradas pela Guarda Civil de Piracicaba

ACESSAR